No último mês na internet, a expressão cringe viralizou e tomou conta dos assuntos mais comentados nas redes sociais, gerando um debate fervoroso entre gerações. 

Tudo começou com um post feito pela criadora de conteúdo Carol Rocha (@tchulim) que queria saber da geração Z (1997-2010) o que consideravam um mico, ou cringe, na geração Y, os famosos Millennials (1981-1996).

Post no twitter sobre o assunto do momento cringe
Reprodução Twitter.

Não demorou muito para os comentários gerarem um embate entre as gerações e ficar claro que o termo cringe remete a tudo que a geração Z considera como vergonhoso, ou como diríamos antigamente, cafona e brega.

É natural o choque entre gerações, no entanto algumas coisas listadas chamaram atenção, como gostar de café, usar emoji ou ser fã de Harry Potter (desse item em especial a gente aqui do blog discorda! Você já viu o nosso teste para saber qual sua casa de Hogwarts?)

Brincadeiras à parte, as buscas pela palavra cringe no Google aumentaram mais de 100 vezes nos últimos dias, segundo o site de notícias Uol, e o termo foi tema até de matérias em jornais.


Por isso, hoje separamos 4 dicas simples para sua marca não passar vergonha  na hora de realizar o atendimento ao cliente, até porque, ninguém merece um atendimento cringe né? Vamos lá!

1- Use respostas personalizadas

Apesar das respostas prontas serem desenvolvidas para casos comuns e servirem para responder alguns clientes, as chances de uma resposta automática causar uma má impressão e não auxiliar como deve é muito grande.

O consumidor quer se sentir único, quer sentir que seu problema terá atenção necessária para ser resolvido, por isso nada de dar a mesma resposta a todos pedidos.

Sempre personalize as respostas de acordo com o caso do cliente e elabore conteúdos específicos que façam com que ele se identifique e saiba que seu pedido de ajuda recebeu atenção especial. Isso faz grande diferença na hora dele avaliar o contato.


💡 Dica: Para facilitar e otimizar o atendimento, crie respostas para os problemas frequentes e deixe espaços para serem personalizadas de acordo com cada caso, assim você economiza tempo e garante que as respostas não serão iguais.

2- Pratique o atendimento humanizado e conquiste seu cliente

Seguindo a mesma linha da dica anterior, pensar em um atendimento empático e humanizado aumenta as chances de fidelizar o cliente mesmo depois de um problema.

Por isso, pensar em empregar atendimento personalizado e humanizado nos contatos faz sentido e garante que a experiência do cliente melhore. Para começar, entenda o lado do cliente, peça desculpas sinceras e se esforce em resolver. 

Aqui vale surpreender, encantar e conquistar o consumidor! A ideia é tratá-lo como parceiro da sua marca, um melhor amigo.

3- Ao finalizar o atendimento, sempre peça avaliação

A melhor maneira de conquistar os indicadores mais altos no Reclame AQUI é atender bem, resolver o problema do consumidor e ter uma avaliação positiva dele.

Então, após finalizar o problema e garantir que teve uma solução, peça para que o consumidor avalie seu atendimento. Esse pedido pode ser em um telefone, e-mail ou até mesmo na resposta final. 

Um cliente satisfeito tem mais chances de avaliar, então capriche e vem RA1000!

Veja também: 4 dicas para ganhar uma boa avaliação do cliente

4- Colete informações importantes antes de atender

Uma das melhores e mais eficientes maneiras de resolver o problema do consumidor é ter informações sobre o caso antes de começar a tratá-lo.

Por isso o Reclame AQUI permite que você personalize campos no formulário de reclamação com o RA Valida, assim quando o consumidor abrir uma solicitação você pode coletar informações importantes como número do pedido, motivo do contato e mais.

Dessa forma você evita contatos desnecessários e sai na frente na hora de resolver. Quer saber mais sobre a solução? Clique no botão abaixo 👇

Deixe uma resposta