O título está certo, você não leu errado! Estamos falando da cantora, empresária, atriz, compositora, ícone do pop e R&B Beyoncé!

Sabe a dona do hit Single Ladies, Crazy in love, love on top, entre muito outros? Ela não se dedica apenas a música, ela faz a gestão de sua marca sozinha, além de cuidar de todos os processos de criação de shows, álbuns e grifes.

Veja abaixo, quatro itens importantes que fazem com que a Beyoncé tenha uma imagem tão fortalecida diante de seus fãs.

1. Desenvolvimento e fortalecimento da imagem

Beyoncé iniciou sua carreira em 1996, como integrante do grupo Destiny’s Child.

Em 2003, ela iniciou uma nova fase, na carreira solo, lançando diversos discos.

Nesse período, Beyoncé era muito conhecida por ter músicas sensuais e alegres. Com o passar dos anos, Beyoncé criou uma imagem de mulher forte e feminista, sempre inovando em suas letras e apresentações e se atualizando sempre, além de abraçar causas em que acredita.

Essa é uma lição importante para a sua marca, pois ter uma reputação exemplar e estruturada, depende de uma série de fatores, além de um tempo para construir uma cultura de admiração para os públicos.

É muito importante que toda ação tenha um objetivo e estratégia, além da análise de riscos que podem ocorrer durante algum tipo de posicionamento da marca.

2. Conceito do início ao fim

Você já viu o documentário da Beyoncé na Netflix? Ele chama-se Homecoming e é um grande exemplo do que vamos falar sobre conceito e história.

No documentário, Beyoncé mostra todo o processo de construção para a sua apresentação no festival Coachella. Ela se preocupou com tudo, desde a escolha da equipe, banda e dançarinos até iluminação, edição de vídeo e toda a história que a apresentação contaria.

Esse processo que demorou meses, nos mostra o quanto é importante entender como os processos internos impactam na imagem da marca tanto com o público interno quanto  com os externos.

Nenhuma turnê da cantora é igual a outra, ela sempre pensa no momento atual do seu público-alvo e também no seu, identificando a mensagem que quer transmitir e como ela será recebida pelos seus receptores

A linguagem adequada para mostrar o objetivo e conceito da marca é essencial para que o público entenda a real ideia disso e não existir ruídos de comunicação entre as duas partes.

Estruture sempre um conceito, uma história e objetivos antes de fazer ações que não tenha um mapa de onde a empresa quer chegar e como ela quer a relação entre consumidores e marca.

3. Controle das informações oficiais 

Sabe a bendita rádio peão? Isso é muito ruim em todos os aspectos possíveis dentro e fora de uma empresa.

Beyoncé sempre fala sobre novidades e passa informações para a imprensa e para os seus fãs via seu site oficial, até fotos e vídeos ela disponibiliza, para que assim, não saiam informações não desejadas ou modificadas.

É muito importante que a sua empresa trate a imagem dela com seriedade e que utilize canais oficiais para novidades, esclarecimentos e até crises que podem acontecer, afinal, crises existem mas com o posicionamento correto e ações certeiras, a marca consegue dar a volta por cima, então, além de sempre manter seus públicos atualizados, é essencial que a marca possua um manual de gestão de crises e tenha porta vozes oficiais.

Veja também: Do podcast ao blog post: mídias para engajar os consumidores

4. Experiência do consumidor

Sabe aquele ditado? “Se a vida te der um limão, faça uma limonada!”?, a diva do pop fez isso muito bem com seu álbum visual Lemonade, além de muitos outros projetos, desde a turnê “I am world tour” até Lemonade e sua turnê conjunta com seu marido Jay-z “On the Run”, enfim, muitos projetos que não renderam apenas músicas, renderam histórias, expectativas de fãs, álbuns visuais e toda uma conexão dos projetos com seus públicos.

Pensar na experiência do consumidor com seus produtos, serviços e atendimento é um dos fatores mais importantes para manter a sua marca fortalecida.

O atendimento ao consumidor deve ser personalizado e humanizado, pois hoje, as pessoas buscam marcas que entendam suas reais necessidades e que resolvam com praticidade.

Saiba mais: Modelo de atribuição e jornada de compra do cliente

Os canais digitais também são cada dia mais utilizados pelas pessoas, por serem práticos e terem acesso por ferramentas que já fazem parte da rotina das pessoas.

Essas quatro lições são apenas alguns tópicos do que podemos aprender com a carreira de uma artista que faz a gestão de seu nome e carreira sozinha. Coloque em prática em sua empresa e comece a construir uma marca forte e que seja referência no mercado.

Veja também: 3 ações que quebram a confiança do seu consumidor

1 comentário »

Deixe uma resposta