Blog Reclame AQUI

blog reclame aqui
Dados

Pesquisa Reclame AQUI: 72% dos consumidores não irão viajar neste fim de ano por falta de dinheiro

Pesquisa do Instituto Reclame AQUI mostra que viagens domésticas pelo Brasil são a opção dos 28% de consumidores

Pesquisa do Instituto Reclame AQUI mostra que viagens domésticas pelo Brasil são a opção dos 28% de consumidores que estão com as malas prontas

Fim de ano é sinônimo de férias, viagens… certo? Nem sempre: 72% dos consumidores que responderam a uma pesquisa do Instituto Reclame AQUI não irão viajar entre este fim de ano e início de 2022. E o principal motivo para não arrumarem as malas é a falta de dinheiro para investir em um passeio, responderam 39,1%.

A pesquisa aplicada no site do Reclame AQUI entre os dias 20 e 21 de dezembro contou com a participação de mais de 13,7 mil consumidores e mostra ainda que do público que não vai viajar, 30,1% é porque não conseguiu folga ou férias, e 26% consideram arriscado e só irão viajar ao acabar a pandemia.

Leia essa: 4 cases de autoridade no atendimento ao cliente!

pesquisa-viagem-férias
Confira o resultado da pesquisa do Instituto Reclame AQUI

Pesquisa aponta que principais destinos são os roteiros nacionais

Dos consumidores que estão com o “pé na estrada”, 28%, destes, 57,7% irão com a família. E 87,2% têm como destino roteiros nacionais, ou seja, não optaram por viajar para fora do país. Quem vai curtir dias de descanso fora do Brasil, 2,9% estão com as passagens compradas para destinos na América Latina e outros 3,8%,para a Europa.

Para se deslocar até o destino das férias, 35,2% vão de avião e  41,1% compraram as passagens diretamente com as companhias aéreas. Mas há quem vai encarar o preço alto dos combustíveis: 46% afirmaram que a viagem será feita com o próprio veículo. E 15% vão embarcar em uma viagem de ônibus.

Na hora de pensar na hospedagem – que também faz parte do planejamento -, ficar em hotéis ou pousadas foi a preferência de 36,8% dos consumidores. Dessas reservas, 43,3% forma feitas por sites de hospedagens (como AirBnB, Booking, Hoteis.com, etc) e 32,4% direto nos hotéis.

Fique por dentro: A importância de ter avaliações no seu e-commerce 

Deixe uma resposta