Se você tivesse uma marca de moda infantil, você faria publicidade para pessoas que não têm filhos? Acho que não. Mas o que muitos empresários desse ramo não sabem, é que, segundo uma pesquisa do Google Internal Data 2019, 39% das pessoas com intenção de comprar roupas para crianças não têm filhos pequenos. Isso é comportamento!

Quando se olha somente para uma parte da população para segmentar o mercado, você acaba perdendo algumas oportunidades de negócio. E é pensando nisso que o Reclame AQUI separou algumas dicas para sua empresa conquistar novos clientes não só pensando em dados, mas no comportamento das pessoas. 

Leia também: 4 lições de Marketing que a Beyoncé ensina para sua empresa

Pense além de idade e gênero, pense em pessoas  

Errar usando os estereótipos do passado é bem mais comum do que se imagina. Separar as pessoas por classes sociais, gêneros, idades e até religiões já não é mais suficiente. Os próprios consumidores já se veem livres dessas regras que ditam o modo de consumir. 

Para se ter uma ideia, ainda segundo o Google Internal Data 2019, você sabia que a proporção entre homens e mulheres interessados em comprar itens de decoração online é praticamente a mesma? 

O poder que o consumidor tem atualmente o permite tomar decisões que o façam se sentir inserido em um estilo de vida que ele bem entender.  

Foco no comportamento e quebra de estereótipos 

Empresas focadas no comportamento do cliente são lembradas pela originalidade e por se importarem com as pessoas. Planejar uma campanha somente com base em dados demográficos básicos, por exemplo, já não faz mais sentido.  E é isso que o marketing precisa saber.

Entendendo isso, as marcas podem ganhar novas possibilidades de inovar em suas ações e, até mesmo, ganhar novos fiéis clientes.

Veja: Quais métricas ajudam a ter resultados certeiros para a sua marca

Deixe uma resposta