Nada melhor para celebrar o Dia Internacional da Mulher do que escutar o que elas têm a dizer, não é mesmo?

Queremos ver as mulheres em todos os espaços, mostrando quais os desafios de ocupar esses lugares e inspirando outras mulheres.

Fique por dentro: Curso ao vivo de SAC 5.0 ensina como atender o consumidor no mundo pós-pandemia

Por este motivo, neste post vamos relembrar como foi o painel do RA Trust 2020 sobre empreendedorismo feminino com quatro mulheres brilhantes e que tem muito o que dizer. Acompanhe:

Não dá pra falar de empreendedorismo feminino sem falar dos desafios

O painel mais do que especial foi composto por Ana Fontes, Fundadora da Rede Mulher Empreendedora e Instituto RME, que mediou o debate com Sónia Lage Lourenço, COO do Portal da Queixa by Consumers Trust. Além delas, fizeram parte da conversa Priscila Gama, Founder & CEO Das Pretas, e Ana Bavon, Sócia Fundadora da B4People. 

Logo no início do papo, as convidadas falaram sobre os motivos pelos quais muitas vezes a mulher se torna empreendedora, alguns deles, inclusive, por falta de oportunidades no mercado de trabalho e por problemas enfrentados no emprego.

Além disso, mencionaram que faltam políticas públicas e programas de capacitação para incentivar que mulheres sejam empreendedoras.

No entanto, além das dificuldades, o que não se pode negar é que hoje encontramos mulheres empreendedoras bem sucedidas que incentivam outras mulheres, e essa representatividade na sociedade é fundamental.

Para se inspirar: O atendimento no DNA da empresa, Luiza Trajano fala da cultura do Magazine Luiza

A palavra da vez é inclusão

As convidadas enfatizaram como a inclusão é importante. Deixaram claro que não adianta ter o debate e não incluir mulheres nos espaços, projetos e empresas.

É preciso reavaliar alguns processos antigos e pensar em mais inclusão, pois esse é o verdadeiro caminho para a transformação.

O evento ocorreu em 2020 e você pode assistir a gravação de graça na Universidade RA. 

Assista a homenagem do Reclame AQUI para o Dia Internacional da Mulher:

Deixe uma resposta