Com o avanço do coronavírus e a decretação de pandemia pela Organização Mundial de Saúde, o mundo todo vem passando por momentos difíceis, e de muita preocupação.

O COVID-19 é um vírus que não pode ser subestimado, por isso a recomendação da OMS é que as pessoas aumentem a atenção com a higiene e evitem aglomerações.

Sendo assim, muitos países pelo mundo adotaram medidas de isolamento social. Em alguns estados do Brasil não foi diferente, pois acredita-se que essa privação é importante para que o número de transmissões seja menor, e os agentes de saúde consigam gerenciar essa crise.

Por conta disso, muitas empresas mudaram suas rotinas, e adotaram outras formas de trabalho, como o home office. Mas o fato é que mesmo assim, muitos negócios serão afetados, e pensar em estratégias para se manter seguro e ainda não parar de vender é o desafio do momento das empresas.

Coronavírus: o que muda na rotina das empresas?

Para ajudar a clarear um pouco as ideias, o Reclame AQUI trouxe algumas ideias que sua marca pode adotar para amenizar os prejuízos nesse período, e ainda garantir vendas mesmo na crise. Vamos lá!

Redes sociais

Se o seu negócio ainda não está nas redes sociais, o que você está esperando? Hoje em dia tudo está na internet, e o e-commerce cresce cada vez mais, junto com as vendas por Facebook e Instagram.

Por isso, ter sua marca presente e ativa nas redes sociais é essencial e uma das melhores maneiras de se aproximar do seu consumidor, ainda mais nesse momento. 

Então utilize sua página para divulgar seus produtos, serviços, promoções, vantagens e diferenciais. Seja criativo!

Esteja presente mais do que nunca nos canais que te aproximam do seu consumidor sem sair de casa. 

Redes sociais: Como escolher a melhor para sua empresa atuar?

Meios de pagamento 

Os meios de pagamento online estão cada dia mais presentes nas transações pela internet, e atualmente existem várias opções.

Sendo assim, procure por soluções que facilitem o pagamento, como aplicativos que permitem cobrança por e-mail, WhatsApp, boleto, depósito, crédito, débito e transferência online.

Assim você evita o contato com o consumidor e até com máquininha de cartão. 

Voucher

Alguns itens não podem ser comercializados online, como por exemplo serviços de salão de beleza, estúdio de fotografia, maquiagem, estúdio de tatuagem e mais. 

Por isso, uma maneira de manter as vendas aquecidas é disponibilizar vouchers para seus clientes oferecendo os serviços para serem agendados assim que possível. 

Desta maneira o cliente terá um crédito e pode marcar o serviço quando as coisas voltarem ao normal, e sua empresa não perde tantas vendas no período.

Parcerias

Ajudar uns aos outros nesse momento é muito importante, e talvez seja a solução para que todos consigam segurar as pontas nos próximos meses.

Pensando nisso, tente firmar parcerias com outros negócios (principalmente da sua região) para trabalharem em conjunto e se ajudarem, seja com promoções, divulgação ou sorteios online.

Esteja no Reclame AQUI

Sabendo que o consumidor hoje em dia pesquisa na internet antes de comprar, é muito importante que sua marca esteja cadastrada no Reclame AQUI e responda as reclamações, afinal o site passa confiança para os clientes e permite que você explore a comunicação da sua empresa com o consumidor que pesquisa ou que precisa de ajuda.

5 pontos que sua empresa pode explorar cadastrada no Reclame AQUI

Proteja-se 

O mais importante nesse momento é se cuidar e se proteger!

Qualquer ação que desenvolver, tenha a responsabilidade e o cuidado redobrado com as pessoas envolvidas. Oriente a todos a maneira correta de lavar as mãos, o uso do álcool gel, não compartilhar objetos pessoais, cobrir nariz e boca ao tossir e espirrar e evitar aglomerações. 

Lembre-se que manter a fonte de renda é muito importante, mas cuidar para que o vírus não se espalhe pelo país é muito mais e é responsabilidade de todos. 

Leia também: Coronavírus: como fica a reputação das empresas no Reclame AQUI

Deixe uma resposta