Para quem acha que marketing ainda está preso apenas aos e-mails e campanhas publicitárias, está redondamente enganado.

Com grande avanço nos últimos anos, o marketing passa a correr lado a lado com as inovações tecnológicas, e, para as empresas que sabem unir essa tecnologia com dados, automação e boas estratégias de marketing, existe, portanto, um cenário positivo para geração de grandes resultados.

É aí então que entra o termo Martech, que designa e resume um pouco a união desses elementos, que está trazendo o futuro do marketing para mais perto do nosso presente. Acompanhe!

Modelos de negócio com base em Martech

Atualmente, as estratégias de marketing passam muito por sistemas de automação, armazenamento e inteligência de dados.

Claro, sem deixar de lado a tecnologia, existe um mercado cada vez mais crescente de ferramentas, como Google Analytics, RA Brand Page e RA HugMe, por exemplo, que fazem análise de dados, além de outras plataformas que ajudam a otimizar as ações de marketing e a tratar dados coletados de maneira mais inteligente.

Vale frisar, dessa forma, que uma campanha de marketing bem sucedida carrega consigo dados relevantes, que são capazes de influenciar pessoas com base no que elas fazem na internet.

Marketing e Inteligência Artificial

Dentro do marketing, a inteligência artificial chega para impulsionar a forma como as empresas se relacionam com os consumidores.

Grandes empresas, como Google e Netflix, já utilizam a inteligência artificial para inicialmente mapear as ações de seus usuários e, em seguida, com base nesse mapeamento, ofertar produtos, serviços ou até mesmo notícias personalizadas.

Na realidade, a personalização já é o foco do marketing há alguns anos, e, sendo assim, a inteligência artificial chega para otimizar isso.

Vale a leitura: Como a Inteligência Artificial tem transformado as ações no varejo

Marketing com base em dados

Quando uma empresa apenas coleta e armazena dados, ela não aproveita a riqueza que essas informações carregam. 

Com isso, é possível pensar em estratégias de marketing com base em perfil de compra, materiais baixados, links clicados, páginas curtidas, locais visitados e por aí vai, dependendo da área de atuação da empresa.

Claro, com a LGPD, as empresas terão mais cuidado na hora de coletar e principalmente utilizar esses dados, porém, assim como o Martech surgiu como uma evolução, naturalmente a forma como as empresas irão lidar com a LGPD também vai evoluir.

Leia também: Entenda tudo sobre a Nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais. 🙂

Deixe uma resposta