Blog Reclame AQUI

blog reclame aqui
Dados

O que muda para o consumidor com o novo prefixo da Anatel?

Reclame AQUI traz dados e uma análise do que muda para o consumidor a partir de agora, quando passa a poder identificar as chamadas de telemarketing por meio do novo […]

Reclame AQUI traz dados e uma análise do que muda para o consumidor a partir de agora, quando passa a poder identificar as chamadas de telemarketing por meio do novo prefixo da Anatel

O Reclame AQUI aplicou uma pesquisa no site na manhã desta quinta-feira (10/03/2022) e perguntou aos consumidores o que fariam se conseguissem identificar uma ligação de telemarketing.

Dos mais de 1,5 mil consumidores que responderam, 68,3% afirmaram que não atenderiam e 25,7% atenderiam se tivessem disposição. E é este cenário que as empresas vão encarar a partir de agora, e isso impacta diretamente na capacidade da reinvenção desse segmento. 

Dependentes da disposição dos consumidores para terem sucesso em suas chamadas, a partir de hoje é preciso identificar as ligações com o prefixo 0303. A regra é da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que passa a valer hoje para ligações provenientes de telefone celular. Mas o que muda de fato para consumidores e empresas?

Já viu essa? Ligações de telemarketing: Anatel cria prefixo 0303 para identificar essas chamadas

novo-prefixo-anatel-2
Confira a pesquisa Reclame AQUI sobre a disposição dos consumidores em atender ligações de telemarketing

Novo prefixo da Anatel representa redesenho da operação para as empresas

De acordo com Edu Neves, CEO do Reclame AQUI, a partir de agora, ficou bem claro para o consumidor que toda vez que ele ver esse prefixo, ele está recebendo telemarketing.

“A gente entende que as empresas de telemarketing têm que se reinventar porque os consumidores não vão mais atender essas ligações. Vai precisar de um redesenho completo. Elas vão ter que ser mais explícitas com o consumidor dizendo pra que elas vão ligar e conseguir entender dele que ele quer receber essa ligação. Então elas vão ter que misturar serviços digitais, de mensagem e comunicação com o consumidor antes da ligação. A ligação dificilmente será o primeiro contato pra ele.”

Edu avalia que os consumidores devem receber essa novidade com bastante alegria. Ela vem tentar resolver um problema que foi criado pelas empresas, essa forma de assediar, incomodar e importunar e o consumidor há tempos vem buscando serviços como “Não Perturbe”, filtros, aplicativos para seus telefones para tentar diminuir o incômodo dessas ligações.

De 2019 para 2021 reclamações de ligações insistentes aumentam 58,15%

Não é de hoje que os consumidores reclamam das chamadas insistentes de telemarketing no site. Termos como “não param de me ligar”, “me ligam todos os dias”, ligações insistentes” e “ligações indesejadas” são recorrentes nas reclamações registradas para as mais diversas empresas.

Um estudo do Instituto Reclame AQUI aponta um crescimento significativo de 2019 para 2021 de reclamações insistentes registradas pelos consumidores no site: 58,15%. Outro ponto comparativo é de 2019 (antes da pandemia) para 2020 (primeiro ano da pandemia), quando o cenário mudou o crescimento da abordagem sobre os consumidores aumentou: 32,98%.

novo-prefixo-anatel-3
Crescimento de reclamações sobre ligações insistentes no Reclame AQUI de 2019 para 2021 foi de 58,15%

Deixe uma resposta