Blog Reclame AQUI

blog reclame aqui
Dados

Reclamações de cancelamento de voos aumentam 41% entre dezembro e janeiro

Dados da Anac e do Reclame AQUI mostram impacto para os passageiros na oferta de voos devido ao aumento de casos de Covid. Entenda!

Relatório da Anac e estudo do Instituto Reclame AQUI reforçam queda no número de voos

Muitos consumidores já perceberam neste início de ano que a pandemia de Covid-19 continua impactando o setor aéreo. Recentemente, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou dados que mostram redução no transporte de passageiros no mercado nacional e internacional durante a crise sanitária global. Foram 43,5% menos voos na comparação com os dados registrados em igual período de 2019. Se forem considerados apenas os voos domésticos, a redução de 2019 para 2021 foi de 34,2%.

Ainda conforme o relatório da Anac, por outro lado, a quantidade de voos em dezembro de 2021 ficou próxima do que era registrado antes da pandemia. No último mês do ano passado, 7,7 milhões de passageiros decolaram dentro do país, 13,3% a menos em relação a dezembro de 2019.

Contaminação de ômicron e H3N2 nas tripulações geraram redução de voos

Se em 2020 as empresas aéreas nacionais precisaram diminuir o volume de viagens por falta de passageiros, no final de 2021 e início de 2022 a situação se inverteu. A demanda por voos se normalizou, mas as frotas voltaram a ser reduzidas. Desta vez por conta de tripulações doentes, por contaminação das variantes ômicron, da Covid-19, e H3N2, da Influenza.

Logo, o cancelamento de voos pelas companhias aéreas teve reflexo no volume de reclamações registradas no site do Reclame AQUI neste início de 2022. Para entender este cenário, o Instituto Reclame AQUI comparou problemas com cancelamento de passagens em dezembro e janeiro, justamente o momento de maior circulação de passageiros.

Recentemente, o Instituto Reclame AQUI analisou a reação dos consumidores nos primeiros 16 dias de janeiro de 2022 e fez comparativos com o mesmo período de dezembro do ano anterior. Foi quando aconteceram os primeiros cancelamentos por contaminação das tripulações. Confira abaixo esses dados atualizados com os meses completos:

Cancelamento de voos impactou vida dos consumidores

Entre as companhias aéreas nacionais e internacionais com voos no Brasil (33 analisadas no estudo), houve um aumento de 41, 35% na quantidade de reclamações sobre cancelamento de voos, comparando dezembro de 2021 com janeiro de 2022. 

Ao relacionar os mesmos meses, é possível perceber o impacto nas 3 principais empresas aéreas brasileiras. A Latam teve um aumento de 8,49% nas reclamações sobre cancelamentos em janeiro de 2022 em comparação a dezembro de 2021. Já a Gol apresentou aumento de 0,62% no comparativo do mesmo período. Por fim, quem apresentou o maior salto em reclamações foi a Azul, com um crescimento de 215,57%.

É importante lembrar que as 3 empresas estão temporariamente autorizadas pela Anac (até meados do mês de março) a voarem com redução de tripulação e, por consequência, redução de voos. Isso porque há menos comissários para atender os passageiros. A resolução da agência reguladora, no entanto, prevê que a  cada 15 dias as empresas devem prestar contas sobre a quantidade de voos reduzidos.

Indicadores no Reclame AQUI mostra movimento de atendimento dos players do setor

Apesar de um volume tão alto de reclamações registrado, é importante ressaltar que, no Reclame AQUI, nos últimos 12 meses, a Latam obteve um Índice de Resposta acima de 88% e o Índice de Solução de reclamações acima de 70%.  

Já a Azul, também nos últimos 12 meses, o Índice de Resposta esteve acima de 83% e o Índice de Solução de reclamações, 90%. Os indicadores destes dois grandes players do setor refletem um trabalho de envolvimento e interesse em atender o consumidor, mesmo com tantos contratempos.

Em relação a Gol, no mesmo período, teve o Índice de Resposta de 54,8% e o Índice de Solução de reclamações de 62,3%. Os indicadores demonstram a falta de um atendimento efetivo e contínuo num período tão delicado onde os consumidores mais precisam e demandam da empresa. Além disso, a Gol teve uma queda brusca de reputação de 2020 para cá.

Leia aqui: Seus direitos de voar em caso de cancelamento de voo 

Fonte: Anac

Problemas com cancelamentos de voos foram maiores em algumas companhias aéreas
Algumas companhias aéreas apresentaram mais reclamações sobre cancelamento de voos

Deixe uma resposta