Dia das Crianças

Problemas com presentes no Dia das Crianças? Ouça o que elas mesmas acham disso

O Reclame AQUI fez um teste com três fofíssimas crianças em uma escolinha infantil da Zona Leste de São Paulo. De acordo com um levantamento que realizamos, descobrimos que atraso nas entregas, produtos com defeito e propaganda enganosa aparecem entre os principais motivos que geraram 6.784 queixas até o fim de setembro deste ano contra os setores de Brinquedos e Jogos. O número já superou todo o ano de 2013, quando foram registradas 6.713 queixas. 

Então, convidamos o Vinícius, de 2 anos, e as fofíssimas Luisa, 6, e Sophia, de 5 aninhos. Entregamos para eles uma bola furada para simular propaganda enganosa, uma caixa vazia para simbolizar atraso de entrega e uma boneca quebrada para produtos com defeito. Sobre a bola furada, que tal usar o brinquedo como um chapéu? Assista ao vídeo abaixo e descubra essa e outras soluções dos pequenos sobre o assunto. Genial!!!!!!

ReclameAQUI

Veja as traduções bizarras para receber os estrangeiros na Copa

A Copa do Mundo ainda não começou, mas a galera já está tentando (tentando mesmo) receber os estrangeiros com aquele calor humano típico do brasileiro. Alguns restaurantes, por exemplo, arriscam um tal de "portinglês" para ofecerer pratos inovadores em seus cardápios. Você tomaria um suco de "shit". por acaso? Deve ser um tanto exótica essa bebiba. Que caipirinha o quê. O lance agora é esse suco aí!

E o pão com frios, que está com frio? Isso mesmo, o salgado foi traduzido em inglês como "bread with cold", o que parece difícil, porque trata-se de uma opção quente, armazenado em encubadoras nos bares e padarias por aí.

Confira estas e outras pérolas que o Reclame AQUI retirou do Portal IG.

  • Pão de frios ou com frio? Possível, mas só se estiver numa geladeira. Foto: Reprodução/Facebook
  • Para quem não sabe, termite, em inglês, também é cupim. Mas o bicho nojento, não o corte de carne. Foto: Reprodução/Facebook
  • É saída? É entrada (entrance)? Estou meio perdido com este aviso no estádio Fonte Nova, que virou piada até no "Daily Mail". Foto: Reprodução/Facebook
  • Você pediria um suco de SHIT? Imagine o gringo! Foto: Reprodução/Facebook
  • Aiport? Então a tradução pode ser Aeoporto? Um r já deve estar dentro do avião!. Foto: Reprodução/Facebook
  • Lata, em inglês, é can. Bark significa latir, que nem cachorro. Foto: Reprodução/Facebook
  • Em português, o setor fica no norte, mas em inglês ele fica do outro lado da cidade, no sul. Foto: Reprodução/Facebook
  • O chá Mate virou Kill, de do verbo matar, em inglês. Cuidado com esse chá, viu!?. Foto: Reprodução/Facebook
  • Está tudo certo na rodoviária de Natal, menos as traduções de embarque e desembarque, que estão invertidas. Foto: Reprodução/Facebook
  • Contra-filé é tão do contra que virou Against-Fillet . Foto: Reprodução/Facebook
  • Against- Fillet: melhor tradução. Foto: Reprodução/Facebook
  • Língua à Americana virou "The American Language" (a língua, no sentido de idioma). Foto: Reprodução/Facebook
  • Vai uma gravatinha ao suck aí?. Foto: Reprodução/Facebook
  • Cheese Mine, dele ou nosso. É tudo "mine"! Foto: Reprodução/Facebook
  • Apenas pérolas neste cardápio. Foto: Reprodução/Facebook
  • Ainda estou em dúvida diante de tantas opções apetitosas. Foto: Reprodução/Facebook

Fonte: Portal IG
Crédito das fotos: Reprodução/Facebook

 

ReclameAQUI

JAC Motors recebe uma reclamação a cada 7 carros vendidos

Com base na tabela de vendas do Portal IG, atualizada mensalmente, comparamos as vendas de automóveis das montadoras com as reclamações que essas empresas receberam em abril de 2014. A JAC Motors, com 97 reclamações e 723 carros comprados no mês, lidera a média com uma reclamação a cada sete veículos adquiridos por consumidores.
 
Está com problemas com a montadora de seu automóvel? Reclame AQUI!
 
Em seguida, outra chinesa tem gerado grande média de reclamações com relação ao número de vendas. A Chery vendeu 776 carros e teve 37 queixas no Reclame AQUI. Ou seja, a cada 21 veículos comprados, uma reclamação.
 
Confira o infográfico com as 20 principais marcas:
Um consumidor do Estado do Ceará contou ao Reclame AQUI que não conseguiu utilizar a garantia do para-choques do seu automóvel da JAC Motors. "Acionei a concessionária de Fortaleza para substituição de um componente confeccionado em material de qualidade inferior (plástico, limitador de curso da porta do motorista) e fui informado que tal peça, além da não ter em estoque, só seria reposta ao custo de R$ 80", relata o consumidor em sua queixa formalizada no site.
 
O reclamante lembra que não se tratou de um caso isolado. "Perguntei qual o valor de um par de limpadores de parabrisa e assustei com o valor de R$ 180,00, pois na maioria das autopeças, um par de qualidade não sai por mais de R$50", contou
 
A insatisfação deste cliente é a mesma de outros 97 consumidores que compraram um veículo da montadora chinesa e deixaram suas queixas no Reclame AQUI no mês de abril deste ano. Além disso, a cada sete carros comprados da empresa, um gera reclamação.
Campanha

Mãe boa é aquela que doa

 
Ah, o Dia da Mães! Uma das mais gostosas datas para reunir a família e presentear a pessoa mais especial de nossas vidas. Agora, as mamães, depois de tanta homenagem, têm a chance de fazer bonito e ajudar muita gente que precisa.
 
O Reclame AQUI inicia a campanha "Mãe boa é aquela que doa". É assim: se você ganhou móveis ou eletrodomésticos e não sabe o que vai fazer com os materiais antigos, vai aí uma dica. Mais de 50 entidades em todo o País estão recolhendo doações para promover bazares com os móveis e reverter a renda para projetos sociais. Que tal?
 
Como doar?
Fácil, clique no nosso mapa (abaixo) e veja quais entidades já são atendidas. Cada instituição tem seus critérios e formas de doação, além de contatos para mais informações.
 
 
Tem sugestões?
Mesmo assim, esta lista de entidades é inicial e você pode indicar uma casa que precise da ajuda de todos. Para indicar é fácil:
- deixe um comentário aqui com sua sugestão;
- ou envie suas sugestões por meio das redes sociais;
- ou mande as informações para redessociais@reclameaqui.com.br
 
Com quais informações?
- Cidade e Estado da entidade;
- Nome (oficial);
- Endereço;
- Telefone para contato;
- Site;
- Breve descrição (como serão usados os materiais doados);
- Forma de doar.
 
Podemos contar com sua colaboração?
Protestos

Rir para não chorar

O atendimento das operadoras de celular deixa os consumidores tão insatisfeitos que uma das alternativas dos clientes foi ridicularizar as empresas enquanto seus problemas não são solucionados. Com (muito) bom humor, diversos internautas produzem montagens com fotos e brincam com as marcas.

Teve problemas com sua operadora de celular? Reclame AQUI!

 

Clientes da operadora Oi dedicaram uma página no Facebook chamada "Oi Sem Sinal". No logo da empresa, a marca "Oi" foi trocada pela palavra "Tchau". Com mais de 900 seguidores, a capa da página ainda traz outra piada quando foram atingidos 600 seguidores: 600 sem sinal.

Operadoras são acionadas pelo MP por cometerem práticas abusivas

Já a TIM tem uma página com mais de 11 mil clientes que relatam suas reclamações não solucionadas. Com o mesmo nome da Oi, a "Tim sem sinal" serve para compartilhar piadas com um slogan provocativo: "É tempo de mentir sem fronteiras".

 

Mais de 500 clientes da Claro dedicaram também uma página no Facebook para ridicularizar o atendimento da operadora. E o bom humor também vale para questionar as promoções da empresa.

 

E a nova campanha da Vivo também já serviu para a zoeira dos clientes. Ao invés de #Pegabem, uma página chamada "Vivo PEGA MAU" chama a atenção com sua imagem de capa: "Procura-se o sinal da minha operadora de celular".

 

Veja também a galeria de fotos do UOL com diversas brincadeiras de clientes contra suas operadoras de celular.